Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glamour, disse ela

Viver com glamour é viver de ti para o mundo.

Glamour, disse ela

Viver com glamour é viver de ti para o mundo.

#FazerFeliz16

 


O Dia dos Namorados está aí à porta.

 

Há quem o adore, quem o deteste, quem lhe seja indiferente.

 

E há quem sofra com ele. 

 

Confesso que é uma perspectiva que nunca me tinha ocorrido, mas para quem já viveu um grande amor e o viu partir, estes dias devem custar a passar... 

Vi esta iniciativa no Facebook e achei muito interessante. Se todos nós fizermos um pequeno gesto destes, de simpatia para alguém viúvo, esta data custar-lhes-á menos a passar. Da minha parte vou fazer isso. Espero que vocês também.

Fica aqui o link da Fazer Feliz 2016.

Obrigado.

 

Helmut Newton - Pages from the Glossies

Helmut.gif

 



Este é daqueles posts que praticamente dispensa texto.

Todas veneramos o trabalho do Helmut Newton. Não seríamos sartorialistas se assim não fosse. Tudo o que tenha a ver com ele é cuidadosamente estudado por mim, e respeito de forma séria o contributo que ele deu para o mundo da moda que tanto amamos.

Para nossa felicidade a Taschen lançou um novo livro focado nele - vão e sejam iluminadas!

A primeira experiência de 2016 – Doze dias de simpatia

 

b0fd59ab1d8ccb0d8eb84aa00468a7b0.png

 

Sigo a Jessica Walsh, essa estrela em ascensão, desde os tempos dos 40 Days of Dating. Foi uma experiência muito apetitosa de seguir na altura, e que, não vou negar, me inspirou para uma futura temática de dating para este nosso Glamour. Novidades em breve ;)

 

De qualquer forma, acho que a Jessica caminha a passos largos para se tornar um ícone feminino da nova actualidade - e reparem, ícone feminino completo, pois além da fantástica imagem e sentido de estilo, ela brinda-nos com projectos muito interessantes. Por outras palavras, tem glamour em abundância.. O mais recente é naturalmente o 12 Kinds of Kindness, em parceria com o seu clássico cúmplice dos 40 Days, Timothy.

 

O 12 Kinds vai ser um projecto de self-improvement, de melhoria pessoal. Eles vão segui-lo, e eu à minha maneira vou também tentar segui-lo (“kill them with kindness”, really? Para mim?). Vamos ver no que vai dar, e deixo-vos também o desafio de se fazerem à estrada.

 

Atenção que a experiência deles começa hoje!

Feliz Natal!

ccd2f68324c536725d91393ee573ada9.jpg

 

Merry Christmas a tod@s @s leitor@s!

Esta é uma das minhas épocas favoritas do ano, mas gosto naturalmente de a celebrar de uma forma diferente... e melhor.

Não dou presentes a ninguém no Natal. Quem me conhece já sabe que sou assim. Todavia, dou presentes a toda a gente ao longo do ano inteiro.

 

Dois terços da alegria de receber um presente é ele ter sido bem escolhido. O outro terço é a surpresa de o receber.


Comigo, todos os presentes são bem escolhidos. Quando à surpresa, nunca ninguém sabe quando é que vai receber o meu presente de Natal... Um ano até os posso dar realmente no Natal e conseguirei surpreender toda a gente!

Quanto aos presentes propriamente ditos, não vou cair na indelicadeza de os listar, mas é raro optar por coisas meramente materiais (ha ha, apesar do que possam suspeitar pelo meu blog!). Para boa entendedora meia palavra basta...

Feliz Natal!

Elizabeth Royal

elizabeth-royal.jpg

 



Não vos vou falar de moda sul-coreana. Francamente, desafio-vos a encontrarem alguém que não siga meia dúzia de blogs de moda sul-coreana e que não passe o tempo todo a falar nisso. Eu, que já sigo as tendências asiáticas há imenso tempo, acho um bocado provinciano esta loucura toda de hoje em dia. Enfim, há quem vá com as marés e há quem saiba navegar. Também isso é glamour, penso eu.

Feito este breve desabafo, não resisto a trazer-vos aqui a rotina matinal da magnífica Elizabeth Royal (site e Insta). Aproveitem para espreitar aqui a vida de alguém que respira moda sul-coreana e que se dá ao luxo de acordar pelas 8 da manhã!

The Sartorialist - Volume 3

 


Há situações em que as palavras se tornam supérfluas. Esta é óbviamente uma dessas situações.

Todas temos o Sartorialist como homepage (se não, shame on you!), e a esta hora já todas estamos cientes do novo livro. De qualquer forma, nunca é demais relembrar as mais esquecidas...

Podem (e devem!) encomendá-lo. Por exemplo, na Penguin.

Paul Smith + Caran d'Ache

caran-dache-01.jpg

 

Quando era uma menina os lápis de cor da Caran d'Ache eram os produtos Apple de então. Eram bons, tinham classe, e inspiravam quem os usava. Muitos vestidos e pares de sapatos foram coloridos por mim!

A marca celebra em 2015 um século, e uma das celebrações inclui o Paul Smith que, na sua tradição de classics with a twist, redesenhou um dos ícones da Caran d'Ache: a mítica 849.

Todas sabemos quem é o Paul Smith (e honestamente, qual entre nós nunca tentou dar um empurrãozinho aos namorados para que juntassem uma peça ou duas dele ao guarda-fatos?), e todas temos pelo menos um par de 849s nas carteiras. Juntar estes dois ícones só podia correr bem e, alegrem-se, as novas 849s têm um aspecto que não destoará num conjunto feminino! Dêem uma vista de olhos aqui e deixem-se levar!