Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glamour, disse ela

Viver com glamour é viver de ti para o mundo.

Glamour, disse ela

Viver com glamour é viver de ti para o mundo.

Passo 4 - Ler um livro por semana

livros.jpg

Passo a passo se desfila na passerelle, como todas sabemos. Começámos esta viagem com o passo mental da meditação, seguimos com o passo físico do ginásio, e agora voltamos a outro passo mental - ler.

Sempre gostei de ler, mas também sempre li de forma desordenada e caótica. Recentemente tentei estabelecer algum método por detrás, e após tentar várias abordagens conclui que para mim o que funciona melhor é garantir um mínimo de cinco horas semanais de leitura de um livro - espalhadas por uma manhã de fim de semana, um bocadinho antes de ir dormir, etc, não interessa. É o que funciona para mim, mas a cada silhueta o seu corte... experimentem e vejam o que funciona para vocês.

Em relação ao menu, claro que não pus de parte a minha Vogue - há linhas vermelhas que não podem ser ultrapassadas. Todavia, ando a explorar temas que me levem a crescer, e deixo abaixo duas sugestões:

- Meditações de Marco Aurélio: um livro milenar com os apontamentos de um imperador romano para ele próprio. Um livro basilar na filosofia estóica, tão antiga e tão em voga actualmente. Fantástico para explorarem o vosso espaço mental interior.

- Obra Poética de Sophia Mello Breyner: para explorarem o vosso espaço mental exterior. Nestes tempos de confinamento em pleno Inverno gosto muito de revisitar estes poemas que nos falam sobre o mar, sobre a praia... É um livro para irem visitando.

Passo 3 - Conhecer alguém especial

dreamstime_l_34248494.jpg

A partilha do nosso dia, de umas palavras de apoio, de um sorriso, ou de uma gargalhada com alguém especial, é o mais próximo da felicidade que temos nesta vida.

Mas, nos dias de hoje, entre confinamentos e pandemias, como é que vamos conhecer alguém novo, alguém especial ?

Quando tentamos responder a essa pergunta, sentimo-nos um pouco perdidos e desesperançados, não é?

É que há tantas maneiras de NÃO conhecer ninguém novo. Basta continuarmos a fazer o que temos feito, continuarmos com a mesma rotina que não traz nada de novo. O ser-humano é de hábitos, e os hábitos trazem conforto. "Mais vale não fazer nada."

E depois, para justificarmos a nossa decisão da NÃO mudança, usamos as desculpas mais esfarrapadas: "Afinal, diz a sabedoria popular que o amor há-de vir ter comigo quando o destino quiser. Não vale a pena mesmo fazer nada." Ou, porque achamos que somos demasiado velhos para ser amados. Ou "demasiado" divorciados ou viúvos.

TODAS as pessoas merecem ser amadas. Só que... e esta parte ninguém o diz... precisamos de fazer isso acontecer.

E foi isso que eu fiz.

Primeiro, inscrevi-me em aulas de dança e de culinária, para tentar aumentar o meu círculo de amigos. Mas infelizmente com a pandemia, esse plano foi cancelado.

Então virei-me para o online. E acabei por conhecer alguém num site português chamado Felizes! A minha experiência foi muito agradável, e falei com imensas pessoas antes de conhecer a pessoa que me faz feliz :)

E assim foi, sem estigma, sem preocupação do que as pessoas possam pensar de ter conhecido alguém pela internet. Sem vergonha de lutar para ser mais feliz.

 

Passo 2 - Mais dias de ginásio

aerobic.jpg

Esta foi uma das minhas mais difíceis resoluções: passar mais tempo na passadeira. E eu até gosto de passadeiras vermelhas, passerelles, etc...

Propus-me a fazer 3 aulas de PT (personal trainer) todas as semanas. Então escrevi-as todas no meu calendário, para os próximos 6 meses, para reservar desde logo o calendário e para preparar-me mentalmente.

Fiz aeróbica, resistência, e pilates. Mas isso não é o importante. O importante é a rotina. Nunca me vão ouvir dizer isto fora deste contexto.

Bom, com o tempo os resultados começam a notar-se e isso é o mais motivador.

As minhas recomendações: como ginásio, o Virgin Active Health Club ou o Holmes Place. Em relação ao primeiro, gosto muito de fazer piscina de noite com a iluminação LED toda ligada.

E não podia deixar de sugerir também um "staple" no meu arsenal de exercício, e anda sempre comigo no carro, o tapete TOPLUS disponível na Amazon.

Passo 1 - Meditação nos Himalaias

Mindfulness-Meditation.png

Não, não fui aos Himalaias, mas trago um pouco deles dentro de mim.

Fiz um curso sobre meditação, e recomendo vivamente. Não é algo que se note os efeitos de imediato, mas com o tempo vamos notando pequenas diferenças em nós próprios, na nossa mente. A maneira como respondemos a alguém, aprendemos a não ser tão impulsivos com as palavras e com as ações. A ver-nos um pouco do lado de fora.

"Perspective is everything"

Incorporei na minha rotina matinal, depois de aplicar os cremes do dia e antes de ir dar de comer à Celine, uma sessão de 10 minutos de meditação.

Para quem não faz ideia do que estou a falar, vou descrever o que acontece:

Deito-me no tapete de pilates, relaxo todos os músculos, e fecho os olhos (não é obrigatório) e tento "calar" a minha mente. Penso na imagem do campo em que cresci em casa dos meus pais, e deixo-me ali ficar em pensamento, sentada na relva, sem fazer nada. Apenas a sentir a brisa do vento, os pássaros, as cores, sempre sentada no mesmo sítio. 

Já experimentaram não pensar em nada durante mais do que 20 segundos? Não é fácil. A mente tende a divagar, e a minha vai logo para o que devo vestir a seguir ao pequeno almoço... ou deambula por um artigo qualquer que li ontem num catálogo... ou uma sensação física diferente que decerto exige a minha atenção.

Não há nenhum truque. Apenas treino. Com treino, vou conseguindo manter a mente sentada na relva, na paisagem que me faz feliz.

Ok, seguem algumas dicas:

O documentário Guia Headspace para a Meditação da Netflix. 9/10

A App Headspace da AppStore. Ou a 5 minutos para quando tenho menos tempo.

Também há as versões equivalentes disponíveis para Android.

2021: como mudar de vida, conhecer alguém especial, e ser feliz

heart balloons.jpg

2021 finalmente chegou! E com ele, as resoluções de Ano Novo.

Antes de mais, para quem não acredita que somos capazes de mudar para melhor, não temos de ter medo. Ficarmos parados com medo de falhar é que está errado. Há uma frase de que gosto que diz "A sorte favorece os audazes", e também "quando queremos muito uma coisa, o Universo conspira a nosso favor".

Como as mudanças que trouxe para a minha vida funcionaram e trouxeram-me felicidade, gostaria de partilhar convosco a receita que usei.

Passo 1 - Conhecer alguém especial que nos faça mais feliz

Felicidade é partilharmos com alguém especial os pequenos momentos, um sorriso, um olhar meigo, e ouvirmos no final do dia as palavras "como foi o teu dia amor".

Eu estive tanto tempo sozinha que aprendi a viver sem esses momentos. Mas como todas as pessoas merecem ser amadas, pus "mãos à obra" e resolvi ser eu a procurar a outra metade que eu nem sabia que me fazia tanta falta.

Não foi como tinha planeado, mas foi mágico na mesma. Conheci o meu marido online, num site, nem por acaso, chamado Felizes. Sinto-me completa.

Passo 2 - Meditação

A meditação é extremamente subvalorizada. Poucas pessoas entendem que se disposermos de uns minutos por dia, poderemos tornar o resto do dia muito mais calmo, mais produtivo, e sobretudo, mais feliz.

Num próximo post vou detalhar em que consiste a prática da meditação. Deixo-vos no entanto com um documentário rápido e fácil de ver para vos cativar: Guia Headspace para a Meditação da Netflix.

Passo 3 - Mente sã, corpo são

Este ponto são na verdade dois pontos. Um, é traçarmos um plano para exercitar o corpo com uma rotina que nos motive, e depois seguir esse plano à risca. E dois, estimularmos a nossa mente com uma frequência semanal. Pode ser ler um livro, uma partida de xadrez, aprender uma nova partitura no piano, etc...

 

 

Ano novo, vida nova

As notícias da minha morte foram, claramente, manifestamente exageradas. Meia década depois, a internet diz adeus à polémica presença trumpiana e dá as boas-vindas ao regresso de uma das suas maiores estrelas - eu.

Sei que as questões são muitas, mas posso começar pela mais directa... sim, confirmo que assentei com uma better half. “Assentei” é uma força de expressão, porque vocês conhecem-me bem: sou uma cidadã do mundo e grande parte do nosso tempo é passado a viajar. Não tanto no último ano, com a pandemia, mas aproveitámos imenso para conhecer melhor o nosso Portugal.

Nos próximos posts vou dar-vos a conhecer melhor a minha nova vida.

fireworks.jpg

#FazerFeliz16

 


O Dia dos Namorados está aí à porta.

 

Há quem o adore, quem o deteste, quem lhe seja indiferente.

 

E há quem sofra com ele. 

 

Confesso que é uma perspectiva que nunca me tinha ocorrido, mas para quem já viveu um grande amor e o viu partir, estes dias devem custar a passar... 

Vi esta iniciativa no Facebook e achei muito interessante. Se todos nós fizermos um pequeno gesto destes, de simpatia para alguém viúvo, esta data custar-lhes-á menos a passar. Da minha parte vou fazer isso. Espero que vocês também.

Fica aqui o link da Fazer Feliz 2016.

Obrigado.

 

Helmut Newton - Pages from the Glossies

Helmut.gif

 



Este é daqueles posts que praticamente dispensa texto.

Todas veneramos o trabalho do Helmut Newton. Não seríamos sartorialistas se assim não fosse. Tudo o que tenha a ver com ele é cuidadosamente estudado por mim, e respeito de forma séria o contributo que ele deu para o mundo da moda que tanto amamos.

Para nossa felicidade a Taschen lançou um novo livro focado nele - vão e sejam iluminadas!